O que são navegadores de criptomoedas e como eles funcionam?

Os navegadores da web são uma parte essencial das nossas vidas; sem eles, não haveria uma forma prática de navegar na internet. Mesmo que não conheça o termo “navegador”, certamente você já usou um. Google Chrome, Apple Safari, Mozilla Firefox e Brave são apenas alguns dos principais navegadores disponíveis atualmente. Mas como eles funcionam? Basicamente, quando você acessa um site, seu navegador envia uma solicitação ao servidor onde esse site “reside”. O servidor envia de volta o conteúdo que você vê na sua tela. Parece simples, não é mesmo? Mas e o que são navegadores de criptomoedas?

O que é um navegador de criptomoedas?

Se você nunca ouviu falar de um navegador de criptomoedas, provavelmente é porque muitas pessoas também o chamam de navegador de blockchain. Ambos os termos se referem a qualquer navegador da web que seja compatível com tecnologias Web3, como a blockchain. Mais especificamente, esses navegadores servem como um elo entre a experiência atual da Web 2.0 e a internet descentralizada imaginada pelos entusiastas da Web3. Ao tornar os protocolos descentralizados acessíveis por meio de uma interface familiar, os navegadores de criptomoedas servem como uma porta de entrada essencial para o ecossistema descentralizado, especialmente para iniciantes.

Quase todos os navegadores de criptomoedas integram uma carteira de criptomoedas que permite que você compre, venda ou armazene suas criptomoedas. Enquanto algumas dessas carteiras são integradas ao navegador (ou “nativas do navegador”), muitas funcionam como extensões. Por exemplo, as carteiras de extensão de navegador MetaMask e Phantom facilitam transações com criptomoedas nas blockchains Ethereum e Solana, respectivamente. Além de carteiras de criptomoedas, alguns navegadores de criptomoedas integram marketplaces de aplicativos descentralizados (DApps). No entanto, antes de nos aprofundarmos na forma como os DApps e navegadores de criptomoedas interagem, é importante entender o que são DApps e como eles funcionam.

O que são DApps?

Os aplicativos descentralizados (DApps) são semelhantes aos apps centralizados encontrados no seu computador ou dispositivo móvel. No entanto, diferentemente de plataformas centralizadas como o Apple Music ou o Spotify, os DApps baseiam-se em redes blockchain descentralizadas. Em vez de usarem a linguagem de internet HTTP para se comunicarem com a web, os DApps se comunicam com a blockchain usando contratos inteligentes.

Quando esses contratos inteligentes acionam uma transação, os validadores da rede decidem se ela é legítima. Juntas, essas funções eliminam a necessidade dos intermediários, como bancos e grandes empresas de tecnologia, que normalmente hospedam os aplicativos. Por exemplo, o Steemit é o equivalente descentralizado de apps como o Facebook e o YouTube. Como o DApp Steemit é baseado em blockchain, não há nenhuma entidade que controle a rede, o que significa que você mantém o controle dos seus dados. No entanto, você precisa de um navegador de criptomoedas capaz de interagir com os DApps para aproveitar esses benefícios.

Como os navegadores de criptomoedas e os DApps interagem

As carteiras de criptomoedas baseadas em navegador se tornaram um portal comum para a Web3, pois facilitam interações práticas com DApps. Esses DApps podem ser jogos, exchanges descentralizadas (DEXs), protocolos de finanças descentralizadas (DeFi) e muito mais. A maioria dos DApps que você acessa por meio de um navegador de criptomoedas se parece com um site comum. No entanto, não é possível interagir com essas plataformas sem um navegador de criptomoedas. Por exemplo, a DEX Uniswap é parecida com um site comum no front-end, mas para acessar o DApp de back-end, é necessário ter um navegador de criptomoedas compatível com Ethereum. Embora não seja completa, a seguinte lista inclui alguns dos navegadores de criptomoedas mais usados:

  • Brave: conta com uma carteira de criptomoedas integrada e nativa do navegador e recompensa os usuários com BAT por optarem pela visualização de anúncios primários que preservam a privacidade.
  • Opera: oferece uma carteira de criptomoedas e um explorador de DApps integrados e nativos do navegador.
  • Google Chrome: é compatível com várias extensões de carteira de criptomoedas, como Phantom, MetaMask e Binance Chain Wallet. Diferentemente das carteiras de criptomoedas nativas do navegador, as carteiras de extensão são mais suscetíveis à falsificação (spoofing), aumentando o risco de phishing e roubo de ativos. O spoofing acontece quando hackers criam uma extensão falsa na esperança de que você baixe a versão deles em vez da legítima.
  • CryptoTab: integra uma carteira de criptomoedas e permite que você minere bitcoin (BTC) enquanto navega na web.
  • Osiris: o navegador de criptomoedas Osiris é integrado à blockchain Acent e conta com o token de utilidade ACE, gerando mais valor para os portadores. O Osiris também oferece suporte a uma “metacarteira” integrada compatível com várias blockchains e criptomoedas.

É importante ressaltar que as carteiras de criptomoedas baseadas em navegador são compatíveis com uma blockchain específica. Por exemplo, a MetaMask interage com DApps baseados na blockchain Ethereum, enquanto a Phantom só se conecta a DApps na blockchain Solana. Como resultado, talvez você precise instalar mais de uma extensão de carteira no seu navegador de criptomoedas. Se você prefere uma opção mais segura, selecione um navegador com uma carteira integrada que seja compatível com os DApps que você usará com mais frequência.

Quais DApps podem ser acessados por um navegador de criptomoedas?

Como já mostramos, os navegadores de criptomoedas permitem que você interaja com tecnologias Web3 usando uma interface familiar. No entanto, talvez você esteja se perguntando quais tipos de DApps pode acessar usando seu navegador de criptomoedas. Vejamos abaixo.

  • Exchanges descentralizadas (DEXs): protocolos DEX, como o Uniswap (Ethereum) e o PancakeSwap (Binance Smart Chain), podem se comunicar com carteiras de navegadores de criptomoedas. Esse recurso permite que você tenha criptomoedas em uma carteira não custodial e mantenha seus fundos disponíveis para transações.
  • Protocolos de empréstimo: assim como as DEXs, os protocolos de empréstimo podem se comunicar com a carteira do seu navegador de criptomoedas. Por exemplo, você pode conectar sua carteira não custodial ao Compound e emprestar (ou tomar emprestadas) 15 criptomoedas diferentes.
  • Redes de pagamento: protocolos como xDai Bridge e OmniBridge permitem que você faça o “encapsulamento” (“wrap”) de criptomoedas para poder usá-las em uma rede blockchain mais rápida de Camada 2. Por exemplo, você pode conectar sua carteira ao xDai Bridge para converter ether (ETH) em ether encapsulado no xDai.
  • Jogos e tokens não fungíveis (NFTs): os navegadores de criptomoedas também permitem o acesso a DApps de jogos e a marketplaces de NFTs. Por exemplo, você pode usar sua carteira não custodial para acessar o marketplace OpenSea e comprar um NFT baseado em Ethereum, ou a Binance Chain Wallet para jogar My DeFi Pet.
  • DApp de mineração (CryptoTab): o CryptoTab é um navegador de criptomoedas diferente que permite que você minere bitcoin (BTC) enquanto navega na web. Para participar, você precisa instalar o app de mineração CryptoTab nos dispositivos que pretende usar para essa finalidade. O CryptoTab acumula o poder de processamento de todos os seus dispositivos e recompensa você com um valor em BTC proporcional à sua contribuição.

Qual é o melhor navegador de criptomoedas?

Ao decidir qual é o melhor navegador de criptomoedas para você, leve em consideração as perguntas a seguir. O navegador de criptomoedas integra recursos de privacidade, como bloqueio de anúncios e de rastreadores ou uma VPN? Além disso, o navegador de criptomoedas usa uma carteira integrada ou depende de carteiras de extensão? Para completar, o navegador de criptomoedas emite incentivos como recompensas de criptomoedas ou mineração?

Acreditamos que, depois que você responder a cada uma dessas perguntas, o navegador Brave se destacará dos demais. O aplicativo totalmente integrado oferece bloqueio de anúncios e rastreadores, proteção via VPN, uma carteira de criptomoedas integrada que é compatível com a Web3 e recompensas na forma de BAT. Reunidos em um único navegador de criptomoedas, esses recursos são difíceis de superar.

Comece já a usar a Carteira Brave!

Related articles

Brave Blog

Check out the Brave blog: the front page for news on ad blocking, features, performance, privacy, and Basic Attention Token related announcements.

Read more articles →

Ready to Brave the new internet?

Brave is built by a team of privacy focused, performance oriented pioneers of the web. Help us fix browsing together.

close
close

Quase lá…

Você está a 60 segundos da melhor privacidade on-line

Se seu download não for iniciado automaticamente. .

  1. Baixar o Brave

    Clique em “Salvar” na janela que aparecer e aguarde a conclusão do download.

    Aguarde a conclusão do download (talvez seja necessário clicar em “Salvar” em uma janela que aparecerá na tela).

  2. Executar o instalador

    Clique no arquivo baixado no canto inferior esquerdo da tela e siga as instruções para instalar o Brave.

    Clique no arquivo baixado no canto superior direito da ela e siga as instruções para instalar o Brave.

    Clique no arquivo baixado e siga as instruções para instalar o Brave.

  3. Importar configurações

    Durante a configuração, importe favoritos, extensões e senhas do seu navegador antigo.

Precisa de ajuda?

Tenha mais privacidade. Em qualquer lugar!

Baixe o Brave para dispositivos móveis para ter privacidade em qualquer lugar.

Download QR code
Brave logo Clique neste arquivo para instalar o Brave
Clique neste arquivo para instalar o Brave Brave logo