Privacy updates

Como bloquear banners de consentimento para cookies indesejados e que prejudicam a privacidade

By the Brave Privacy Team

Esta é a vigésima primeira publicação de uma série regular em andamento que descreve novos e futuros recursos de privacidade do Brave. Esta publicação descreve o trabalho realizado por (em ordem alfabética): Agustín Ruiz, designer sênior de produto; Brian Johnson, engenheiro principal; Deep Pandya, gerente de engenharia para Android; Jacob Sikorski, engenheiro de privacidade para iOS; e Ryan Brown, engenheiro de lista de filtros. Esta publicação foi redigida pelo diretor sênior de privacidade Peter Snyder.

Vários avisos de cookies Nenhum aviso de cookies

A partir do atual Brave Experimental e da versão 1.45, quando ela for lançada em outubro, o navegador Brave bloqueará as notificações de consentimento para cookies no Android e em computadores (em breve também no iOS). As notificações de consentimento para cookies são um incômodo infame e quase constante na web. Elas atrapalham e eliminam um dos principais benefícios da web: a possibilidade de navegar por conteúdo em vários sites e editores de modo prático e fácil. E a ironia disso é que, na verdade, muitos sistemas de consentimento para cookies rastreiam os usuários, fazendo exatamente aquilo que os sistemas de consentimento deveriam impedir.

As novas versões do Brave ocultarão e, sempre que possível, bloquearão completamente as notificações de consentimento para cookies. A abordagem do Brave é diferente, preservando mais a privacidade do que os sistemas semelhantes (como o “consentimento automático”) usados em outros navegadores e ajudando a garantir que a web continue colocando o usuário em primeiro lugar.

Como ativar e gerenciar o bloqueio de banners de cookies no Brave

Captura de tela da caixa de diálogo de bloqueio de cookies

Quando você abrir o navegador Brave, ele perguntará se você deseja bloquear os banners de cookies. Se você optar por ativar esse recurso, o Brave baixará um conjunto de regras criadas para bloquear e ocultar as notificações de consentimento para cookies. O navegador começará a aplicar as regras o mais rápido possível, em até um minuto após a ativação do recurso na maioria dos dispositivos.

Captura de tela das opções da caixa de diálogo de consentimento para o bloqueio de cookies nas configurações do Brave

Se você optar por engano pela não ativação do bloqueio de banners de cookies (ou se tiver ativado esse recurso, mas mudado de ideia), será possível atualizar a configuração a qualquer momento, acessando brave://settings/shields/filters no navegador Brave e ativando/desativando a opção EasyList-Cookie List.

Observação: caso você não veja uma mensagem perguntando se deseja bloquear as caixas de diálogo de cookies, talvez seja necessário reiniciar seu navegador e atualizar para a versão 1.45 do Brave.

Comparação com outros sistemas

Os navegadores e extensões tentam bloquear os banners de cookies de diversas formas. O método do Brave maximiza o benefício da privacidade dos usuários e ainda bloqueia o máximo possível de banners e incômodos.

De modo geral, existem duas formas de bloquear os banners de cookies.

Uma abordagem (utilizada pelo Brave) é bloquear os banners de cookies e ocultar e modificar páginas para remover eventuais incômodos adicionais desses sistemas (por exemplo, sobreposições, bloqueio da rolagem etc.). Outras ferramentas de privacidade da web (como o uBlock Origin) podem ser configuradas para usar essa mesma abordagem. Esse método oferece as mais altas garantias de privacidade: ele não exige que você confie que os sistemas de consentimento para cookies respeitarão sua escolha e impede que seu navegador precise se comunicar com os sistemas de rastreamento de consentimento.

A outra abordagem é confiar nos banners de cookies e trabalhar com eles. Em vez de bloquear esses sistemas (como o Brave faz), essa abordagem alternativa automatiza o processo de clicar em “não” nos sistemas de banner de cookies. Embora esse método possa reduzir o número de cookies enviados e o incômodo geral dos banners, sua preferência ainda é registrada pelos provedores de banners de cookies. Isso cria uma situação em que o navegador ou a extensão precisa pedir repetidas vezes ao provedor de banner de cookies que deixe você em paz. E o pior de tudo: pesquisadores constataram que muitos sistemas de cookies e consentimento ainda rastreiam as pessoas mesmo quando os usuários rejeitam todos os cookies.

As propostas do Google dificultarão o bloqueio dos banners de cookies

A abordagem de bloqueio de banners de cookies do Brave exige que estejamos sempre um passo à frente dos rastreadores e das empresas que executam os “sistemas de gerenciamento de consentimento1” (cujo próprio nome já é aterrorizante). O Brave faz isso de diversas maneiras, incluindo o apoio a listas de filtros criadas por meio de crowdsourcing, como a EasyList e a realização de pesquisas para ajudar os ativistas da privacidade a se manterem um passo à frente dos rastreadores

Infelizmente, o Google vem tentando implementar mudanças na web que dificultariam o bloqueio de banners de cookies e, de forma mais generalizada, a filtragem de conteúdo da web indesejado (como imagens, vídeos, anúncios e scripts de rastreamento invasivos). Com a proposta de WebBundles do Google, por exemplo, os sites conseguirão se esquivar dos bloqueadores de conteúdo com mais facilidade. As mudanças do Manifest v3 removerão recursos essenciais de extensões de navegador que protegem a privacidade. E muitos aspectos da abrangente proposta de Privacy Sandbox do Google resultariam, de modo geral, em menos controle para os usuários (e mais controle para os sites) com relação a como as pessoas utilizam a web.

Ironicamente, os banners de cookies (um incômodo da web que é odiado universalmente) mostram, ao mesmo tempo, i) como a web é uma plataforma singularmente democrática que prioriza os usuários e ii) o que será perdido se a web continuar na direção em que o Google a está conduzindo.

A web foi criada para ser aberta. Por um lado, isso é ótimo: significa que ferramentas que protegem a privacidade, como o Brave, podem agir em favor dos usuários e protegê-los dos abusos e incômodos da web. Por outro lado, os banners de cookies ilustram como a web piorará se o Google e outras empresas tiverem êxito na sua tentativa de diminuir a capacidade dos usuários de bloquear esses incômodos.


  1. também chamados de “sistemas de gerenciamento de preferências”. ↩︎

Ready to Brave the new internet?

Brave is built by a team of privacy focused, performance oriented pioneers of the web. Help us fix browsing together.

close
close

Quase lá…

Você está a 60 segundos da melhor privacidade on-line

Se seu download não for iniciado automaticamente. .

  1. Baixar o Brave

    Clique em “Salvar” na janela que aparecer e aguarde a conclusão do download.

    Aguarde a conclusão do download (talvez seja necessário clicar em “Salvar” em uma janela que aparecerá na tela).

  2. Executar o instalador

    Clique no arquivo baixado no canto inferior esquerdo da tela e siga as instruções para instalar o Brave.

    Clique no arquivo baixado no canto superior direito da ela e siga as instruções para instalar o Brave.

    Clique no arquivo baixado e siga as instruções para instalar o Brave.

  3. Importar configurações

    Durante a configuração, importe favoritos, extensões e senhas do seu navegador antigo.

Precisa de ajuda?

Tenha mais privacidade. Em qualquer lugar!

Baixe o Brave para dispositivos móveis para ter privacidade em qualquer lugar.

Download QR code
Brave logo Clique neste arquivo para instalar o Brave
Clique neste arquivo para instalar o Brave Brave logo